Campo Grande (MS), Sexta-feira, 19 de Agosto de 2022

SEBRAE

Prêmio Sebrae Mulher de Negócios reconhece trajetória de mulheres empreendedoras

Inscrições para o Prêmio Sebrae Mulher de Negócios continuam até o dia 17 de julho

30/06/2022

10:00

ASSECOM

Até 17 de julho estão abertas as inscrições para o Prêmio Sebrae Mulher de Negócios 2022, voltado para mulheres maiores de 18 anos, proprietárias de pequenos negócios, microempresas ou microempreendedoras individuais (MEI) e produtoras rurais que possuam inscrição estadual de produtor ou que explorem atividade pesqueira e possuam registro no Ministério da Pesca.

O concurso organizado pelo Sebrae nasceu para estimular o empreendedorismo feminino ao reconhecer histórias inspiradoras de empresas lideradas por mulheres de todo os cantos do país. As inscrições podem ser realizadas gratuitamente pelo portal Prêmio Sebrae Mulher de Negócios 2022, basta preencher o formulário eletrônico completamente, bem como enviar o link para o vídeo com pitch (apresentação rápida) da empreendedora candidata.

Para a gestora estadual do programa Sebrae Delas, em Mato Grosso do Sul, Lucielle Lima, a premiação é o reconhecimento às mulheres empreendedoras de todo o Brasil, que além de destacar os relatos de vida, serve como exemplo para quem também tem o sonho de empreender e faz com que outras percebam oportunidades de negócio em diversas áreas.

“É uma grande oportunidade para todas as mulheres empreendedoras se destacarem no território onde elas estão e quando essa mulher se destaca acaba inspirando outras a empreender. Premiamos muitas histórias que são realmente inovadoras e que mostram realmente qual é o perfil dessa mulher empreendedora do Brasil”, afirmou Lucielle, ressaltando que Mato Grosso do Sul hoje possui pelo menos 112 mil empreendedoras, com uma grande concentração de empreendedoras no setor de comércio e serviço.

Na primeira edição do Prêmio, realizada em 2004/2005, a empresária Jandira Goreth dos Santos, da empresa Goreth Moda Íntima, de Dourados, conquistou o Troféu Ouro na etapa nacional. Nesta mesma edição, a empresária Ivana Monte Lima Oliveira, da empresa Pão & Tal, de Campo Grande, recebeu o Troféu Prata. Nas edições seguintes da premiação, outras empreendedoras se destacaram em âmbito nacional, tendo conquistado troféus Bronze e Prata.

Categorias e etapas

Este ano, as participantes podem concorrer em três categorias: Microempreendedora Individual (MEI), Pequeno Negócio e Produtora Rural. Serão três etapas. Entre agosto e outubro, estão previstas as fases estadual e regional. Já a nacional deve acontecer em novembro, quando se comemora o Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino. A cerimônia da grande final será realizada, presencialmente, em Brasília (DF). O Sebrae pagará as despesas de deslocamento para as finalistas.

A primeira etapa será estadual com a escolha de até três candidatas de cada unidade federativa, em cada uma das categorias. As candidatas vencedoras da fase estadual serão avaliadas por um Júri Regional, formado por colaboradores do Sebrae e especialistas em empreendedorismo e pequenos negócios. A etapa regional será eliminatória para a fase nacional e não prevê premiação ou divulgação. Por fim, a etapa nacional terá a participação das 15 vencedoras regionais, correspondentes a três vencedoras por categoria para cada uma das cinco regiões do país, que estarão automaticamente classificadas para a grande final da premiação.

Além dos troféus, as vencedoras da etapa nacional nos primeiro e segundo lugares de cada categoria vão ganhar um smartphone de última geração. O terceiro lugar de cada categoria receberá um tablet também do modelo mais recente. Todas as nove ganhadoras nacionais vão participar de uma missão técnica nacional de capacitação, com passagens e diárias custeadas pelo Sebrae. O primeiro lugar de cada categoria também terá uma vaga no Empretec e ao segundo lugar de cada categoria ficará reservada uma vaga para participar do UP Digital de aceleração digital dos negócios.

Entre os critérios de julgamento das participantes estão aspectos relacionados à gestão do negócio como marketing e vendas, finanças, inovação, estratégia, entre outros. A análise do relato da história também vai considerar os desafios para abrir o empreendimento, participação ativa nos negócios, perseverança e superação, preocupação com a preservação do meio ambiente e cultura da sua região, lições aprendidas, contribuição para o desenvolvimento de outras empreendedores da sua comunidade, entre outros pontos. Todos os detalhes do julgamento e da avaliação das inscrições estão informados no regulamento do Prêmio.


Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Últimas Notícias

Veja Mais

Envie Sua Notícia

Envie pelo site

Envie pelo Whatsapp

Jornal do Estado MS © 2021 Todos os direitos reservados.

PROIBIDA A REPRODUÇÃO, transmissão e redistribuição sem autorização expressa.

Site desenvolvido por: