Campo Grande (MS), Sábado, 02 de Março de 2024

EMPREENDIMENTO

Suzano compartilha em vídeo avanços nas obras da sua nova fábrica em Ribas do Rio Pardo

Em novembro foram destaques a conclusão do transportador de biomassa para a Caldeira de Força, o posicionamento do último módulo do digestor e a finalização do primeiro comissionamento.

05/12/2023

14:00

ASSECOM

©DIVULGAÇÃO

As obras de construção da nova fábrica de celulose da Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, em Ribas do Rio Pardo (MS), seguem o cronograma com importantes avanços registrados até novembro. O andamento das frentes de trabalho pode ser conferido em novo vídeo divulgado pela empresa por meio do link: https://bit.ly/video-status-obra.

Neste mês foram destaques o posicionamento do último módulo do digestor, a conclusão do transportador de biomassa para a Caldeira de Força, e a energização da GIS 34,5 kV da Secagem e da Caldeira de Recuperação. Além disso, houve avanços significativos com a montagem dos dutos de gás de combustão e foram realizados testes com carga do sistema de regeneração na Estação de Tratamento de Água da Caldeira (ETAC).

No vídeo é possível ver também que as obras seguiram com a montagem dos turbogeradores e foi dada a partida parcial da torre de resfriamento e utilidades e dos chillers com a finalização do primeiro comissionamento. Também seguem em ritmo acelerado as obras que fazem parte do Plano Básico Ambiental (PBA), como a construção das 50 casas para a comunidade, da Unidade Básica de Saúde (UBS) Estoril II e da Casa de Acolhimento, além da nova Delegacia de Polícia Civil e da Unidade Operacional da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Projeto Cerrado

Anunciado em maio de 2021 e confirmado pelo Conselho de Administração da Suzano no início de novembro do mesmo ano, o Projeto Cerrado está recebendo investimento total de R$ 22,2 bilhões e, atualmente no pico da obra, está gerando cerca de 10 mil empregos diretos. Prevista para entrar em operação até junho de 2024, a nova fábrica – que será a unidade mais competitiva da Suzano –, vai produzir 2,55 milhões de toneladas de celulose de eucalipto por ano, empregando 3 mil pessoas, entre colaboradores próprios e terceiros, nas áreas florestal e industrial, e movimentando toda a cadeia econômica da região.

Sobre a Suzano

A Suzano é a maior produtora mundial de celulose, uma das maiores produtoras de papel da América Latina e referência no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras de origem renovável. Os produtos da companhia, que fazem parte da vida de mais de 2 bilhões de pessoas e abastecem mais de 100 países, incluem celulose, papéis para imprimir e escrever, canudos e copos de papel, embalagens de papel, absorventes higiênicos e papel higiênico, entre outros. A Suzano é guiada pelo propósito de Renovar a vida a partir da árvore. A inovabilidade, a busca da sustentabilidade por meio da inovação, orienta o trabalho da companhia no enfrentamento dos desafios da sociedade. Com 99 anos de história, a empresa tem ações negociadas nas bolsas do Brasil (SUZB3) e dos Estados Unidos (SUZ). Saiba mais em: www.suzano.com.br


Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Últimas Notícias

Veja Mais

Envie Sua Notícia

Envie pelo site

Envie pelo Whatsapp

Jornal do Estado MS © 2021 Todos os direitos reservados.

PROIBIDA A REPRODUÇÃO, transmissão e redistribuição sem autorização expressa.

Site desenvolvido por: