Campo Grande (MS), Quinta-feira, 25 de Abril de 2024

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Renato reivindica a construção de ciclovia e faixa de travessia elevada no distrito de Quebra Coco em Sidrolândia

02/04/2024

14:00

ASSECOM

©DIVULGAÇÃO

O vice-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, deputado Renato Câmara (MDB) defendeu, durante sessão plenária da ALEMS, que o Governo do Estado faça a construção de uma ciclovia e, simultaneamente, implante uma faixa de travessia elevada na rodovia MS-162, no trecho que compreende o distrito de Quebra Coco, localizado no município de Sidrolândia.

A Indicação foi endereçada ao governador Eduardo Riedel, ao secretário estadual de Infraestrutura e Logística Hélio Peluffo Filho e ao diretor-presidente da AGESUL, Mauro Azambuja Rondon Flores. “Trata-se de um pleito encaminhado pela Câmara Municipal de Sidrolândia através do Ofício nº 010/2024 do vereador Adavilton Brandão, e representa um pedido da população. A implantação de uma ciclovia no perímetro do distrito e a faixa de travessia elevada na área principal de Quebra Coco garantirá segurança ao tráfego de veículos e, sobretudo, à circulação de pessoas”, justifica Renato Câmara.

Para consubstanciar a reivindicação, o parlamentar acrescenta que no referido distrito, está prevista a instalação de algumas empresas, incluindo uma fábrica de pré-moldados e uma fábrica de lingeries. Com o início das atividades dessas empresas, estima-se que serão criadas mais de 190 vagas de emprego nos próximos 30 dias.

“Devemos nos antecipar, considerando que ocorrerá o substancial aumento do fluxo de trabalhadores no perímetro. Daí a importância de promover alternativas de transporte sustentável na comunidade, que será possível somente com a implantação de uma ciclovia ao longo da MS-162. A ciclovia deve estender-se desde a entrada da Figueira (antiga escola municipal) até a entrada da cidade, totalizando aproximadamente 2 quilômetros de extensão”, sugere o vice-presidente da ALEMS.

“A criação dessa ciclovia proporcionará aos funcionários das empresas a opção de utilizar a bicicleta como meio de transporte para o deslocamento entre o trabalho e suas residências. Além disso, para garantir a segurança dos trabalhadores que utilizarão a via, se faz necessária também a instalação de uma faixa de travessia elevada na MS-162, para assegurar uma travessia segura dos pedestres, pois contribuirá para a redução da velocidade dos veículos que trafegam na via, aumentando assim a segurança dos usuários da rodovia. Por tudo que aqui citamos, está claro que o atendimento da presente demanda proporcionará benefícios significativos para todos do grande distrito de Quebra Coco, promovendo a mobilidade sustentável, concomitantemente, melhorando a qualidade de vida das famílias e a segurança dos trabalhadores da comunidade”, reitera Renato ao defender sua Indicação.


Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Últimas Notícias

Veja Mais

Envie Sua Notícia

Envie pelo site

Envie pelo Whatsapp

Jornal do Estado MS © 2021 Todos os direitos reservados.

PROIBIDA A REPRODUÇÃO, transmissão e redistribuição sem autorização expressa.

Site desenvolvido por: